Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Pezinho da Blogosfera

O Pezinho da Terceira

Traz a graça das cantigas

Chama os moços ao terreiro

E à janela as raparigas

 (Quadra popular)

 

O Pezinho, é  mais uma das tradições populares que tem lugar na Ilha Terceira, aquando das festividades em honra do Divino Espírito Santo, e consiste essencialmente num cantar de improviso. Em determinado dia, juntam-se os cantadores, e acompanhados de violas e violões, vão de porta em porta, cantando e cumprimentando pessoas e/ou locais que de alguma forma sejam um marco para a realização da festa, ou para o lugar onde se desenrolam as festividades.

Um destes dias, em jeito de comentário aqui no Blog da Jo, a Azoriana deu a idéia de que se fizesse um Pezinho da Blogosfera, que constaria do seguinte: 

Cada pessoa cantaria 2 quadras à "porta" de um blog à sua escolha, e depois, a pessoa detentora do blog contemplado teria de por sua vez também fazer 2 quadras e ir cantá-las à "porta" de um outro blog de sua eleição, e assim, sucessivamante. 

Entretanto o Pezinho, foi iniciado pela Azoriana, e já esta a andar. Eu também  tive direito a umas quadras que estão aqui, e me foram dedicadas pelo autor do Futebol, Gente e Toiros. Agora, como manda o desafio, vou dar seguimento e vou botar a minha cantiga. Demorei algum tempo a sair com o meu ranchinho, pois os tocadores faltaram-me, mas hoje, e resolvido esse pormenor técnico, aqui estou finalmente, toda aparelhada, para ir cantar a porta do blog de uma outra conterrânea, a Lala do Passiondance! Pois então, vamos lá a isso:

 

Pom, pom, pom, prrrom, pom, pom... (introdução musical)

 

O Pezinho da Terceira

Aos blogs chegou com graça
E eu vou pedira esta parceira
P’ra nos mostrar sua raça
 
Ela é boa rapariga
E escreve muito bem
E agora Lala, qu’rida amiga
Canta o Pezinho também!
 
Pom, pom, pom, prrrom, pom, pom... (acordes finais) 
 
Missão cumprida!!... E que siga o Pezinho da Blogosfera!!!
Jo
 
P.S. A minha sugestão é se, o dono do blog que recebe o Pezinho não souber rimar, que faça pelo menos "kóker" coisinha, e dedique ao blog que escolher para dar seguimento ao desafio.
 
Palavra de Joanina às 00:36

link do post | bote palavra | ver palavra botada (3) | favorito
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Nuvens correndo num rio

 

 

Nuvens correndo num rio
Quem sabe onde vão parar?
Fantasma do meu navio
Não corras, vai devagar!
 
Vais por caminhos de bruma
Que são caminhos de olvido.
Não queiras, ó meu navio,
Ser um navio perdido.
 
Sonhos içados ao vento
Querem estrelas varejar!
Velas do meu pensamento
Aonde me quereis levar?
 
Não corras, ó meu navio
Navega mais devagar,
Que nuvens correndo em rio,
Quem sabe onde vão parar?
 
Que este destino em que venho
É uma troça tão triste;
Um navio que não tenho
Num rio que não existe.
 

Natália Correia

 

(foto retirada da net)

Hoje sinto-me: Nas nuvens
Catálogo de vôos: , , ,
Palavra de Joanina às 04:00

link do post | bote palavra | ver palavra botada (7) | favorito
Sábado, 28 de Junho de 2008

2002... PARA SEMPRE!

 

 

À Comissão das Sanjoaninas 2002, da qual eu tive o privilégio de fazer parte:

Por tudo o que passamos juntos... Pelo trabalho, pelas preocupações, pelas dificuldades, pela tenacidade, pela coragem, pelo desejo de fazer melhor, pelo acreditar, pela honestidade, pela humildade, pela abnegação, pela camaradagem, pelo espírito de equipa, pelas lágrimas, pelo riso... Pela amizade que até hoje nos une e que até hoje se festeja... 2002 PARA SEMPRE!!!

Jo

 

(foto retirada da net)

Catálogo de vôos: , , ,
Palavra de Joanina às 23:13

link do post | bote palavra | ver palavra botada (5) | favorito

Também já fui bailadeira

 

 

Também já fui bailadeira

De modas regionais
Dancei na ilha Terceira
E muitas outras terras mais 
 
A Charamba eu bailava
Com todo o meu fulgor
E ao povo desejava
Saúde, Paz e Amor
 
Com uma saia de folhos
Nos pés galochas também
Bailava os Negros Olhos
A Saudade e o Meu Bem
 
Para a Velhas eu bailar
Ia sempre bem composta
Senão podia ficar
Co' as pernas todas à mostra
 
A moda da Doce Esp'rança
Era a minha preferida
Trazia-me à lembrança
Retalhos da minha vida
 
Com a Lira eu chorava
Pois é triste e não tem sorte
Como o pastor desejava
Por ferros ser minha morte
 
O Samacaio apressado
Torna o baile ligeirinho
Por isso está naufragado
Sem dentes e bem velhinho
  
A Sapateia trazia
Consigo os tormentos meus
Em seus acordes tecia
A triste hora do Adeus
 
Também já fui bailadeira
Vestida de linho e chita
Sou dos Bravos da Terceira
Sou Pézinho e Chamarita
 

  

Paula Belnavis (Joanina)

28 de Junho de 2008

 

A Xana deixou-me, em jeito de rimas, um comentário que me despertou a nostalgia, e me fez relembrar os tempos em bailei num grupo folclórico da minha terra natal. Com este tempo na lembrança fiz estas quadras que dedico a esse grupo, O Grupo Folclórico Modas da Nossa Terra, da ilha Terceira, Açores. Dedico-as também à Xana, e a todos os elementos dos grupos folclóricos da minha ilha e de Portugal inteiro.

É com orgulho que junto a minha voz à vossa e digo: "Também já fui bailadeira!"

Jo

 

(foto retirada da net)

Hoje sinto-me: Bailadeira
Palavra de Joanina às 22:28

link do post | bote palavra | ver palavra botada (3) | favorito
Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

Sou Calafona da Terceira

Oh vocês, eu encontrei esta maravilha num dos blogs da Salomé. Se calhar isto é uma daquelas coisas que já toda a gente está farta de ver e conhecer, e eu, que moro longe e tal, só agora é que acordei, e penso que "descobri a pólvora"! Bom, seja como fôr, não resisto a postá-la aqui no "bloguezi"!! Uma, porque sou Calafona!!!... Neste caso, não de Sa' Miguel, mas da Terceira. Outra, porque é uma daquelas coisas que me "dá no goto" e me faz rir até as lágrimas (quem me conhece sabe como é que é quando uma coisa me "dá no goto")!...

Eu acho isto uma obra prima... A canção, só por si, é demais... Depois o sotaque é delicioso (eu adoro sotaques, e orgulho-me muito do meu!), e a animação então, está de se lhe "tirar o chapéu"... A conversa das vaquinhas no final, para mim, é a cereja em cima do bolo!! Os meus Parabéns aos autores, que infelizmente não sei quem são.

Jo

Ora então, vamos lá a isto... "E o rrréste... caguê-te Mariáne"!!!

 

Eu acho isto LIN-DO! Viva a Açorianidade!!!

P.S. Se alguém precisar de tradução, eu estou ao dispor.

 

Hoje sinto-me: Calafona
Catálogo de vôos: , , ,

Joanina (sem agá), sou eu!

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Balada para Angra

A (má) sorte de varas

Açorianos... Uns estranho...

Uma por todas e todas por...

Já cá vai no braço... Já...

Pezinho da Blogosfera

Nuvens correndo num rio

2002... PARA SEMPRE!

Também já fui bailadeira

Sou Calafona da Terceira

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

blogs SAPO