Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Cães são anjos

Acerca do meu post de ontem, o Marco Aurélio do Propaganda & Arte, deixou aqui no blog um comentário que me comoveu particularmente.

Pela sensibilidade que transborda das palavras, pela beleza, e pela ternurenta história que conta, não resisto a dar-lhe destaque de página principal, e partilhá-lo com todos.

Aqui vai... O Marco disse assim:

 

"Puxa, Jo! Que beleza de consideração pelos animais, pela FOCINHOS & BIGODES e por mim.
Muito obrigado, mesmo. Fiquei bastante feliz porque isso prova que os animais ainda dizem muito às pessoas. E dizem do jeitinho deles: com um olhar sempre meigo, com "um sorriso" lá à moda deles, com um abanar de rabo, com latidos de felicidade quando sentem nosso cheiro à distância e sabem que estamos chegando em casa e pulam de felicidade quando entramos porta adentro, nos recebem com euforia e lambidas "generosas" de carinho e felicidade por estarem novamente conosco.
Um cão transmite tantas mensagens boas quando nos olham no fundo dos olhos como muitos humanos nunca, jamais, olharam para outros humanos que fica impossível não percebermos o quanto gostam da gente, o quanto sentem a nossa falta, o quanto "morrem" quando morremos. Alguns até morrem mesmo! De fome, de sede, de amargura, de saudade, de tristeza, de melancolia pela falta que sentem de nosso cheiro, de nossa mão lhes acariciando, de nosso olhar, de nossos gestos todas as vezes que vamos alimentá-los colocando ração em seus "pratinhos".
Cães são anjos, almas boas em outra forma corpórea que vêm ao mundo para nos dar alegria e prazer. Pra nos fazer ter noção do que é amizade, respeito, carinho, simpatia e amor, enfim. Ensinam-nos ao longo da jornada em que estamos juntos com eles a importância do afeto e do amor sem exigir nada em troca. Amor por puro amor. Tive cães desde muito pequeno (aos dois anos já tinha um boxer que foi meu amigo até a sua morte e depois dela também) e por morar em apartamento não tenho mais nenhum. Além disso, tenho um medo profundo de sentir o que senti quando o meu adorado "Doctor" morreu. Eu tinha treze ou quatorze anos e até hoje me lembro de como me senti; a depressão que não queria me largar. Compartilhei a minha infância inteira e início de adolescência com ele. Os meus sonhos, os meus amigos imaginários, as minhas tristezas e as minhas alegrias. Eram "conversas" intermináveis e muito gostosas sempre acompanhadas com muita atenção por aqueles olhos lindos e meigos que tinha o meu adorado cão.
Tantos foram os banhos alegres com a borracha d’água do quintal...Tantos foram os cochilos sobre sua barriga, após os almoços de domingo quando a família se reunia para uma farra gastronômica regada a água de coco, essas frutas tão saborosas que eram colhidas em nosso próprio quintal... Tantos foram os filmes que assisti na TV, após a escola, com o “Doctor” deitado ao meu lado e se assustando com algum eventual tiroteio que acontecesse no filme...Tantos foram os pedacinhos de comida e doce que lhe dei (escondido da minha mãe) e que lhe davam uma felicidade imensa, retribuída imediatamente com uma lambida, um abanar do seu “cotoco” de rabo e um olhar meiguíssimo... Este cão, o meu cão, soube do meu primeiro beijo e conheceu a minha primeira namorada, mas era tão amigo, sabia tão bem o lugar que tinha em meu coração que não sentiu nem um pingo de ciúme. Ao contrário, tentava agradá-la ao máximo fazendo-lhe festas sempre que a via, pois sabia que isso ia me deixar feliz e me fazer amá-lo ainda mais. Tenho muitas saudades do meu “Doctor” que infelizmente se foi depois de sofrer muito com uma tuberculose e me deixar noites inteiras sem dormir, rezando para que não partisse. Mas ele se foi apenas daqui da terra. Porém está em meu coração até hoje e de vez em quando até sonho com ele.
Um cão é isso. Alegria de viver. Mesmo não estando mais entre nós.
Um beijo enorme pra você, por seu respeito e carinho pelo que estou fazendo pelos cães da F&B e que farei, com certeza e sempre, por todos os animais.
Marco."

 

E agora digo eu: Obrigada, Marco!!... Começo a achar que você também é um anjo...

Um beijo enorme da Jo

 

Hoje sinto-me: Comovida
Palavra de Joanina às 05:17

link do post | bote palavra | favorito
|
11 comentários:
De Girassol a 19 de Setembro de 2008 às 08:48
Mana Jo
Como deves calcular é com imensa emoção que acabo de ler o teu post de hoje, o artigo do Marco Aurélio comoveu-me imenso e tu bem sabes porquê o meu boxer "LUKAS" era um amigo com "A" grande, tu bem sabes porque o conhecias e ele a ti muito bem.
O vazio que ele deixou e a dor que eu sinto é enorme.....
Aqui fica a minha homenagem ao "Doctor", "Lukas" e tantos outros mais boxers pelo Mundo inteiro que não estando fisicamente connosco estão nos nossos corações.
Termino dizendo que "Cães são Anjos" concordo plenamente mas "Gatos também o são"!

Beijos da mana que gosta muito de ti

Girassol

De Joanina a 20 de Setembro de 2008 às 21:37
Mana Gi,
Quando li o texto também me lembrei do teu Lukas, e também me emocionei por isso. Sabes que eu tinha um fraquinho por ele... E acho que ele por mim também... Ele era um amor de cão!! Percebo que sintas a falta dele e que ainda vai levar um tempo ate que te conformes com a sua partida... Mas lembra-te, como disse o Marco: "Cão e alegria de viver"!!!
Bj da tua Jo
P.S. Concordo e subscrevo: Gatos são anjos também! ;)
De Bichana a 19 de Setembro de 2008 às 10:34
... estou completamente arrepiada... e comovida com este post... nem digo mais nada.
Bjnhos linda
De Joanina a 20 de Setembro de 2008 às 21:38
E realmente lindo este texto do Marco Aurélio ! Bj da Jo
De Pobre(o)Tanas a 19 de Setembro de 2008 às 12:14
A D. Tina contou-me que um senhor que viva no lar onde ela trabalha, que tinha um cão e que os dois eram inseparáveis. Quando o senhor faleceu, o cão andou 2 anos a ir todos os dias ao cemitério onde o dono estava enterrado. Ia de manhã e vinha à tarde... Até que a filha do senhor ficou com o animal para que ele não andasse pela estrada e não fosse morto numa dessas suas peregrinações até ao cemitério. Ele há coisas...

Ontem pela primeira vez, depois de muito tempo, eu e as minhas gatas estivemos 1 hora inteira nos "meles". A trocar mimos. Olhei para elas, para as paredes e senti finalmente aquele conforto de estarmos juntas na nossa casa. As 3.

É obvio que me dão cabo da cabeça, fazem imensas asneiras e chego a limpar a casa não sei quantas vezes por semana, mas seria incapaz de as abandonar. Qualquer asneira é apagada com as tropelias e turras das duas.

E adoro ve-las no caixote delas, muito quentinhas e amorosas.

Não são elas que têm sorte. Sou eu porque pelo que já passaram, as voltas que deram e onde viveram nos ultimos 4 meses, conseguem ser as mimalhonas que sempre foram, com uma ternura para dar e vender e sem qualquer maldade.

E estaria aqui a falar e a falar e a falar...

Bjucas Joanina e bem haja para ti e para o Marco da Focinhos & Bigodes!

De Joanina a 20 de Setembro de 2008 às 21:44
Fico feliz por saber que estiveste nos "meles" com as minhas norinhas! :))
E já somos duas: quando começamos a falar das nossas "crianças" ate nos esquecemos do resto.
Obrigada pelo teu testemunho de sensibilidade para com os nossos amiguo de 4 patas!
Bj da Jo
De Manuela a 19 de Setembro de 2008 às 23:18
Eu sei o quanto gostas de animais :)

Tive de mandar abater o meu cão (o grandalhão) devido a um tumor, e embora saiba que foi o melhor para ele, ainda sinto remorsos :(

Tenho o meu "pechinchinho" a ficar velhote e nem quero imaginar o vazio que vou sentir quando ele me faltar... Eles são de facto os nossos melhores amigos. Pode parecer pieguice, mas só quem os tem é que sabe... Criam-se verdadeiros laços de amor!

Beijinhos e bom fim de semana.
De Joanina a 20 de Setembro de 2008 às 21:47
Amiga, não te sintas assim pois fizeste o que era o melhor para ele. E gostar dos nossos animais as vezes também implica ter de tomar essas decisões difíceis , mas que são, porque os poupam ao sofrimento, como se fossem actos de amor.
Tens razão : só quem os tem e que sabe os laços de amor que se criam.
Bj da Jo
De poetaporkedeusker a 21 de Setembro de 2008 às 00:14
Ah, grande Jo! Vivam os Focinhos & Bigodes! E eu que tenho andado num "virote" com os meus focinhos,bigodes e bicos, nem te tenho vindo visitar... mas agora até vi o bolo que fizeste para a tua mãe! "Melher" tu pareces uma "floricultora" de bolos! Cada um mais florido e primaveril do que o outro!
Um grande beijinho!
PS- Espero que o Martim já esteja a 100%!
De Joanina a 21 de Setembro de 2008 às 02:46
E vivam os Focinhos& Bigodes!! VivaAAaamm!!
Floricultora de bolos... Gosto do nome, sim senhora!!
Quanto ao Martim... As manhas sao sempre meio complicadas, mas embora ainda tenha ataques de asma, ja sao mais espacados, e parece realmente estar um pouco melhor. Tenho receio e que quando reduzirmos a medicacao tudo volte ao mesmo outra vez. Mas agora nao vou pensar nisso... Pensamento positivo!
Beijinho grande da Jo
De poetaporkedeusker a 21 de Setembro de 2008 às 11:58
Cá estou eu, em directo, porque a cx de correio está outra vez a brincar aos "anómios"... olha, já vi que o Martim "virou" blogger, por isso acredito que vai ficar bom rapidamente! Que tudo continue a correr bem, também no teu "jardim de bolos"... e pãezinhos! Deixaste-me de "água na boca"!
Um grande beijinho!

Comentar post

Joanina (sem agá), sou eu!

Carimbo de vôo:

O Blog da Joanina
Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Horas de vôo:

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Caso ainda não tenham not...

Caso ainda não tenham not...

Feijoada de Frango

"Only divine order here."...

É tudo farinha do mesmo s...

Walk-n-Tone

Oráculo Chinês

Honestamente

Súplica

Um dia

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

Madrinha de vôo:

Azoriana Blog
Azoriana Blog

Carta de vôos:

Vôos contados:

inteliture.com
search engine optimization
Creative Commons License
O Blog da Joanina está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO