Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

O regresso das rimas

Já há algum tempo que o bloguezi anda meio parado de rimas... Falta de inspiração, falta de motivação e falta de quem me espicaçasse a veia repentista. Mas ontem a madrinha Azoriana, depois de umas merecidas férias, apareceu por estes lados e deixou-me um comentário em jeito de rima:

 

'Tou aqui, 'tou aqui
Não te abandonei
Simplesmente sumi
E agora é que cheguei.

Uns dias a passear
Outros a dormir
Uns em terra sem nadar
Outros quase a cair.

Último dia amanhã
Das minhas kidas férias
E comprei uma certã
P'ra se fazer coisas sérias.

Sem petiscos e mariscos
Cá estou eu a ver navios
A fazer estes rabiscos
Até me deu arrepios.

Lembrei-me da Joanina
E seu gato de regresso.
A América é coisa fina
Quem me dera ter-lhe acesso.

Beijinhos a todo o vapor
P'ra ti, gato e marido,
O teu verde, por favor,
Já o tens em sentido?!

 

Azoriana

17 de Julho de 2008

 

E pronto!! A minha parceira de rima deu o mote e eu fui logo atrás! Pressinto que temos cantoria "armada"...

 

Aqui d’ "América de cima"

Dou vivas ao teu regresso
Estou doida p’ra botar rima
Isto vai ser um sucesso
 
Estavas muito caladinha
Contigo não quis mexer
Mas sei que és amiga minha
E não me ías esquecer
 
E eu meia sorrateira
Teu blog tenho espreitado
E vejo que na Terceira
Bastante tens passeado
 
Acho que fizeste bem
As férias aproveitar
Pois só para o ano que vem
É que as voltas a gozar
 
Também férias eu tirei
Mais o husband e o gatinho
Ai "drivar" que eu "drivei"
Fiquei toda num molhinho
 
A América é coisa fina
É uma terra de primeira
Mas aqui a Joanina
Tem saudades da Terceira
 
Do “verde” está tudo farto
Só me apetece dar berros
Isto mais parece um parto
Daqueles feitos a ferros
 
Diz-me para que te oiça
Agora neste momento
Já sabes alguma coisa

Daquele “outro documento”?

 

Joanina

18 de Julho de 2008

As rimas estão de regresso ao "bloguezi"!!

 

Hoje sinto-me: Vamos a isto!
Catálogo de vôos: , ,
Palavra de Joanina às 05:59

link do post | bote palavra | favorito
|
5 comentários:
De Azoriana a 18 de Julho de 2008 às 12:12
Acordei hoje cedinho
Já temendo o final.
(Há um barulho vizinho
Que me deixa dormir mal.)

Em passando esta tormenta,
Que até é coisa à toa,
A cabeça me rebenta
Porque o nariz não assoa.

Vai tudo vias internas
Até ao fundo de mim;
Cansei um pouco as pernas
E retratei muito, sim!

Faço saldo positivo
Dos dias cá no descanso;
Há sempre algo negativo
Não pode ser tudo manso.

Eu sabia que cá vinhas
Espreitar as minhas bandas
Mesmo sem notícias minhas
Do meu lar tu não desandas.

E tiveste encomendas
Agradáveis por sinal
Lindas são as oferendas
Não te ficam nada mal.

O outro verde 'tá bravo,
E não te resolve nada...
Uma reza bem que cravo
Não fiques desesperada.

Ó minha querida amiga,
Esse "outro documento",
Faz-me doer a barriga
'Inda não foi solto ao vento.

Auguro boa ventania...
Só palavras, por enquanto;
Oxalá que chegue o dia
D'abraçá-lo tanto, tanto!

Temos que ser pacientes,
Levar a vida nas calmas.
O valor das nossas gentes
Merece carinho e palmas.

Um senhor que vive cá,
Até sem me conhecer,
Muito mérito me dá
Pelo que lhe dei a ler.

A minha qu'rida Serreta,
Que sempre teve um farol,
Também é outra que decreta
Que um dia eu veja o sol.

Este Sol que me raiou,
Em dias de nostalgia,
Foi no verso que brilhou
O prazer da cantoria.

Mário Pereira da Costa,
Em Peabody, emigrante,
Um autor que também gosta
Deste cantar cativante.

Do seu livro te falei,
E já li segunda vez,
Algumas notas tirei,
Foram todas neste mês.

E que fique registado,
Que esse livro foi mote,
Para ter iniciado
O contacto de bom dote.

O dote que vem do céu
P'ra gente que faz o bem:
O facto dele ser ilhéu
Dá-lhe mais força também.

Sempre quero agradecer
Aos 'amores' cá da terra;
Teu nome também vais ver
Se "o tal" descer a serra.

Beijinhos
Rosa Maria
De Joanina a 18 de Julho de 2008 às 18:46
Como eu já calculava
Armou-se uma cantoria
Melra Preta chilrreava
E a Cagarra assobia

De manhã logo cedinho
Não me sai a rima certa
Mas bebi um cafezinho
E já estou mais desperta

Muito tenho a lamentar
Que do nariz estejas mal
Se a coisa piorar
Corre para o hospital

Que a urgência é coisa fina
O povo assim o diz
Dão-te um frasco de aspirina
E uma bomba p’ra o nariz

Encomendas cá chegaram
Vieram numas caixinhas
São coisas que me enviaram
As queridas irmãs minhas

De tudo muito gostei
Mas foi grande o pandemónio
Tal coisa nunca pensei
De pôr ao peito um Anómio

Mas tive outra supresa
Pesada que nem calhau
Já estás a ver com certeza
Que também veio bacalhau

A linguiça é que faltou
Que essa então não porfia
Desta vez se tenteou
Minha mãe e minha tia

Do verde não há sinal
Faz uma reza certeira
É que s’ isto correr mal
Não posso ir à Terceira

Quanto ao outro documento
Na minha fé prevaleces
Vai-te trazer esse vento
A resposta que mereces

Na porta certa tocaste
Em boa hora também
Tuas cartas já lancaste
E vai correr tudo bem

Teu sonho vais realizar
E Aquele lá de cima
Também te vai ajudar
A no papel pores a rima

Bj da Jo
De Azoriana a 18 de Julho de 2008 às 23:46
«Melra Preta», cantadeira,
Afinaste bem o pio;
Isto é uma cegueira
P'ra bicar ao desafio.

A Cagarra só fez contas
Em tarde de sexta-feira,
Enquanto em rimas despontas
Tua arte verdadeira.

Se eu soubesse nadar,
No nosso mar da Prainha,
Podes crer ia aspirar
Esta minha "ladainha".

A Urgência do Hospital
Que anda sempre à cunha
Ainda posso ficar mal
Se fizer muita caramunha.

Temos a "Consulta aberta"
Cá no Centro de Saúde,
E quando a coisa aperta
Já é uma grande virtude.

Gostei do atendimento,
Da moça administrativa;
Seu serviço é a contento,
Com sorriso receptiva.

Nada melhor que um sorriso
Para quem está doente,
Há que fazer bom juízo
Do que aparece na frente.

Também os nossos utentes
Devem ser mui cordiais
Mesmo estando doentes
Não deixam de ser leais.

Mudando agora de moda,
E meu verso afinando:
O "Anómio" anda à roda
Do teu peito batucando. :)

Por essa não esperava,
E deixou-me por cá rindo,
Era só o que te faltava
Mas o selo ficou lindo!

Se andas com esse selo...
Bem mer'cia outra ideia:
A "Melra Preta" de pêlo
E Cagarra em lua cheia.

Acho até que o tamanho,
Da t-shirt especial,
Para mim não é estranho
É um "size" tal e qual.

Se o "verde" ficar feito,
E nossa reza ouvida:
Traz esse modelo a jeito
Para te ver à saída.

Imagino no avião,
Toda a gente a olhar.
Trazes rubricas, então,
Nesse belo exemplar.

E se a fé não m'enganar,
Tu virás num tempo bom
Para puderes rubricar
A t-shirt do meu tom.

E vamos pela cidade,
De Angra do Heroísmo,
Muito felizes de verdade
Elevando o simbolismo.

E fora de brincadeira...
Deus te oiça, minha amiga!
E que venhas à Terceira,
Ver no papel a cantiga.

E em par, vou terminar,
Porque assim eu aprendi:
As quadras são como o mar
Num vai-vem também aqui.

Beijinhos
De Kelly Miyako a 19 de Julho de 2008 às 09:26
Olá!! Peço desculpa também pela minha ausência aqui do teu bloguezi, mas é que a escola tem puxado! faço então minhas as rimas a ti dedicadas, porque melhor não poderia ter dito! Tudo pelo bom espero que corra tudo bem contigo e com a tua família!!
Bjos da Raquel

P.S.: Então a análise de despiste de antrax? correu bem? Bjos
De Chicailheu a 20 de Julho de 2008 às 12:44
Joaninha
Não é que a "nossa" amiga Rosa (Azoriana) esteve ontem cá e casa!

Pois nós somos grandes amigaa, e ela também foi a madrinha do meu blog, e no iníco muito me ajudou.
Gostei dos versos, e tambem vou te fazer uns, que enviarei por Email.
Bom domingo e beijinhos aqui da Ilha Terceira.
Chicailheu

Comentar post

Joanina (sem agá), sou eu!

Carimbo de vôo:

O Blog da Joanina
Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Horas de vôo:

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Caso ainda não tenham not...

Caso ainda não tenham not...

Feijoada de Frango

"Only divine order here."...

É tudo farinha do mesmo s...

Walk-n-Tone

Oráculo Chinês

Honestamente

Súplica

Um dia

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

Madrinha de vôo:

Azoriana Blog
Azoriana Blog

Carta de vôos:

Vôos contados:

inteliture.com
search engine optimization
Creative Commons License
O Blog da Joanina está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO