Segunda-feira, 24 de Março de 2008

O Passeio dos Alegres

Como não podia deixar de ser, neste dia lindo, eu e o husband fomos passear.

Fomos a La Purisima Mission, que fica mesmo aqui em Lompoc, cidade onde estamos a viver agora. La Purisma, como diz o meu "amaricano", com o seu sotaque que não o deixa pronunciar bem certos sons das línguas latinas!

Pois então, La Purisma, é uma das 21 missões franciscanas que foram construídas na Alta Califórnia no período entre 1769 e 1823. Estas missões estão distribuidas ao longo da costa, entre San Diego e San Francisco, formando todas juntas El Camino Real. Eram essencialmente comunidades religiosas, auto-suficientes, que foram introduzidas pelos espanhois com o intuito de proteger a terra consquistada e converter os Índios ao cristianismo. Cada missão era governada por 2 padres franciscanos, um que se ocupava essencialmente dos assuntos administrativos e outro dos assuntos espirituais. Como estão distribuidas em cadeia ao longo da costa, também facilitavam as deslocações entre uma ponta e outra da vasta área que cobrem. As pessoas viajavam ao longo do Camino Real usando cavalos, ou veículos de tracção animal, e iam pernoitanto em cada uma das missões até chegarem ao seu destino. Era-lhes fornecido alimento e todo o tipo de assistência que necessitassem, incluindo espiritual, como é óbvio. A maior parte destas missões, foram reconstruidas e funcionam hoje em dia como monumentos históricos.

Quando vivi em Los Angeles visitei pela primeira vez uma missão franciscana, a de San Juan Capistrano, na cidade do mesmo nome, que fica a meio caminho, entre Los Angeles e San Diego. Na altura gostei imenso da experiência por isso hoje ia cheia de expectativas. Devo dizer que não vim de todo decepcionada. Muito pelo contrário! Se tinha gostado da outra, desta gostei ainda mais.

Devido ao seu enquadramento, as duas missões são muito distintas. O sul da Califórnia é, quase no seu todo, um lugar mais cosmopolita do que este onde me encontro a viver agora e onde se encontra La Purisima. Devido ao contexto em que se insere, a missão de San Juan deixa transparecer um pouco, digamos, que esse ar citadino. Tem um melhor centro de visitantes, recinto para recepcões e eventos, jardins mais cuidados, resumindo está mais embelezada. La Purisima, deixa tranparecer o ar mais rural desta parte central da Califórnia, e talvez por isso, para mim, teve outro encanto. Na minha opinião retrata melhor o que era uma missão naquele tempo, e mais facilmente consegue transportar-nos para os viveres e costumes da época, que, devo dizer, está representada com muito pormenor e detalhe.  É verdade que não tem jardins cuidados, que os acessos são de terra batida, que tudo tem um ar rústico quase por vezes até, em certas partes, que de abandono. Mas tem também hortas, e árvores de fruto, cavalos, ovelhas e cabras, um parque enorme com mesas para picnics, um trilho para fazer caminhadas... um verdadeiro parque natural que à luz deste sol e céu azul chega por vezes a tocar as raias do paradisíaco! 

Consolei-me a passear e mais o husband. Vimos tudo em pormenor! Entramos e saímos por portas estreitas e corredores labirínticos que nos levam da igreja, à casas dos padres, ao quartel, à camarata dos guardas, a cozinhas interiores que ligam e se abrem em pátios com fornos de lenha majestosos! Depois passeamos pelo parque aproveitando o sol e o bom tempo, sentido-nos leves, livres e felizes. Foi deveras, posso que dizer, um passeio dos alegres!

Só nos faltou ir ao trilho, mas como são 5 km e já estavamos cansados, e com a barriga a dar horas, decidimos que ficaria para outro dia. Temos planos de levar comida, comer no parque à sombra daquelas árvores mais que centenárias, e depois então fazer o trilho que vai à volta de toda a missão.

Na volta para casa, como não podia deixar de ser, paramos para comer o nosso hamburger com batata frita, tal e qual, tal e qual, uns "amaricanos". Belo Domingo foi este!...

Hoje fico-me por aqui... Adeus pessoal. Até à primeira.

Jo 

Hoje sinto-me: Alegrinha
Catálogo de vôos: ,
Palavra de Joanina às 04:15

link do post | bote palavra | favorito
|
3 comentários:
De Mina Kida a 24 de Março de 2008 às 10:16
Gostei muito!
Uma autentica lição de história.Até parece que passeamos contigo. Esta sim, uma narrativa digna da União.
Beijinhos
A tua Mna Kida.
De Joanina a 24 de Março de 2008 às 16:07
Mina, 'bigadinha pelo elogio! Da próxima vez que vieres, havemos de ir passear para lá mesmo a serio. O Arroz de Bacalhau ficou delicioso! Fiz tal e qual como tu disseste, só que em vez do pimento verde, usei um pimento mexicano que e um bocadinho picante. Vou escrever a receita para não esquecer! Beijinhos da tua Jo
De Miga Edu a 25 de Março de 2008 às 13:29
Ó vocês, Migas, e que tal partilharem com a miga do bacalhau a receita do arroz, que a esta hora ainda em jejum, já só penso em comer o dito cujo.

Comentar post

Joanina (sem agá), sou eu!

Carimbo de vôo:

O Blog da Joanina
Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Horas de vôo:

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Caso ainda não tenham not...

Caso ainda não tenham not...

Feijoada de Frango

"Only divine order here."...

É tudo farinha do mesmo s...

Walk-n-Tone

Oráculo Chinês

Honestamente

Súplica

Um dia

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

Madrinha de vôo:

Azoriana Blog
Azoriana Blog

Carta de vôos:

Vôos contados:

inteliture.com
search engine optimization
Creative Commons License
O Blog da Joanina está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO