Terça-feira, 20 de Maio de 2008

O Improviso da Jo!

 
 
 
Ontem lá para a noitinha,
Estava eu na casa minha
Veio-me uma inspiração
Dei logo um pulo da cama
Fui ao blog da Azoriana
E fiz-lhe uma canção.
 
Agora cheguei a casa
E trazia um grão na "iasa"
E ânsias para rimar
Já fiz quadras e sextilhas
Tudo à conta das rosquilhas
Onde é que isto vai parar?!
 
E as rimas a sair
E eu finada de rir
Com esta nova faceta
Mas a culpa não é minha
É toda de minha madrinha
E dos ares da Serreta.
 
Eu fico admirada
Até como arrepiada
Com mais esta sintonia
Estou até hesitante
Isto é sorte de principiante
Ou “torresmo d' agonia”?
 
Se eu cantar ao desafio
Com minha voz por um fio
A minha sorte é tirana
Mas nome eu já escolhi
Não arredo pé daqui
É Melra Preta “Amaricana”!
 
Joanina, a "Amaricana", 20 de Maio de 2008
 
Vai-se lá perceber o ser humano... Eu, que nunca na vida, tinha rimado mais do que "alhos com bugalhos" e "olhos com molhos", a rimar de improviso!!!! Esta inspiração repentista, tenho para mim que só ser "fogo de palha" ou "sol de pouca dura...
Jo
 
(foto roubada da net)...(sem ela saber também!)
 
Hoje sinto-me: Uma "Melra Preta Amaricana"
Catálogo de vôos: , , , ,
Palavra de Joanina às 20:49

link do post | bote palavra | favorito
|
18 comentários:
De Azoriana a 20 de Maio de 2008 às 21:46
Hahahahahaha (isto é a RIR alto) Ouviste aí?
Bem me parecia que a "melra preta" que hoje andava a cantar no lado de fora da porta do meu trabalho eras tu a chamar-me para te ouvir :) Juro! Hoje toda a tarde uma melra (feminino de melro :)) cantou, cantou, cantou... Eu, a princípio, até gostei mas com o cansaço que já estava a pairar em mim, e aquela insistência já me estava a apoquentar um bocado.
Agora descobri o porquê: Afinal era só a preparação do palco para o que vinha a seguir.
Ah "melheres" e homens aguentem-me para eu não ficar a rimar a noite toda com a Melra Preta "Amaricana". lol, lol
Tenho de pensar num nome de passarinha para mim... Hummm... Já sei a "Cagarra Azoriana" (porque é à noite que a inspiração me ronda mais).
Eis a resposta ao comentário com as primeiras sextilhas que deixaste no meu blog e que publicas na tua Estreia. Perceberás que alterei as primeiras estrofes após ver a tua publicação que ADOREI.

Ao primeiro improviso da Jo!

Melra Preta "Amaricana"
A "Cagarra Azoriana"
Perdeu agora o seu pio...
Por momentos eu pensei:
Querem ver que eu sonhei
Com a Jo ao desafio?! :)

Já te peguei a veneta,
Que se cria na Serreta
Juntamente com a rosquilha.
Tua rima é asseada
E já vem abrilhantada
Com a ave cá da ilha.

Teu desafio - o Primeiro,
Faz-se assim neste terreiro
Com foguetes a estalar.
Cá p'ra mim eras artista
Tinhas veia repentista
E não querias revelar.

Já me estou a recompor
E vim a todo o vapor
Vigiar a tua arte;
À história deste dia
Faço a vénia em cortesia
E Parabéns quero dar-te.

Essa melra é toda negra,
E a minha foge à regra
E à noite é que canta...
Não te vou deixar dormir
E quando parar de rir
Vou afinar a garganta.

Rosa Silva - a "Cagarra Azoriana" a cantar com a "Melra Preta Amaricana" - 20 de Maio de 2008
De Joanina a 20 de Maio de 2008 às 22:42
Ó Cagarra toma calma
A rima a ti esta-te na "ialma"
E a mim só vem por momentos
Eu para te acompanhar
Vou ter que me esforcar
E já sinto afrotamentos

De tanto de ver rimar
O jeito fui apanhar
E entrei nestes compassos
Mas ‘inda rimo devagar
E estou-me a inquietar
P’ra dar os primeiros passos

Eu aceito o desafio
Espero não perder o pio
E estar à tua altura
Mas se tal me acontecer
À bruxa hei-de ir ter
Para levar benzedura

É que agora que já rimo
E com os versos atino
Gostava de assim ficar
Cantar assim à maneira
Contigo à minha beira
E xipápum, foguetes p’r’o ar!

Só tenho uma pensão
Que me assombra o coração
E me faz ficar em brasa
E se eu agora ficar
Todo a dia a rimar
E me esquecer da casa?

E se não faço o jantar
Deixo de a roupa passar
E entro nesse desleixo
Ai que triste sina a minha
Pobre de mim, coitadinha
Mas que infeliz desfecho!

É que já estou a ver
À Terceira eu ir ter
Com as malas de cartão
O husband vai-se fartar
A net vai desligar
E mete-me no avião!

Mas eu também não me importo
E tudo eu sei que suporto
Venha lá o que vier
Agora que já sei rimar
Ninguém mais me vai parar
Melra Preta até morrer!!

Melra Preta "Amaricana" a cantar com a "Cagarra Azoriana" - 20 de Maio de 2008

P.S. Oh "melher", mas isto o que é que me esta a dar??!!! Eu não sabia que isto se pegava!!!lol
De Azoriana a 20 de Maio de 2008 às 23:18
Segui a cantiga a eito
E não encontro defeito
Nessa tua nobre estreia.
O pior são os maridos
Com os olhos bem compridos
A assistirem na plateia.

São eles a cozinhar
Para nos ouvir cantar
À tona destes artigos:
O pior são os tomates
Que vão "guindá" dos açafates
Com ar de poucos amigos.

E se tu fores à bruxa
Vê lá se ela te puxa
Mais sextilhas nesta moda;
Estás pronta para a dança
Não percas a esperança
Nem fique a cabeça à roda.

Enquanto a gente aqui canta
Ninguém nesta casa janta
À espera desta resposta:
Já fizeste todos rir
Como vai ser para dormir
Se nossa gente até gosta?!

Agora fico eu feliz
Porque não és aprendiz
E cantas bem, sem demora;
Deixa lá a casa da mão
Pega na mala de cartão
Com o husband vem embora.

Vens às nossas Sanjoaninas
Vês meninos e meninas
A desfilar na Rua da Sé.
E trazes o teu bichano
Que o povo açoriano
Gosta de gatos ao pé.

Um "ice-cream" vamos comer
Algodão-doce a verter
Nas mãos pela rua acima.
Na rica iluminação
Dão-se "Vivó's" a São João
Que a rima tanto estima.

"Melra Preta até morrer"
Na rima que está a fazer
Está pronta pró arraial...
'Inda te vão convidar
P'ra no palco improvisar
Nessa noite maioral.

"Cagarra Azoriana" a responder à Melra Preta "Amaricana" - 20 de Maio de 2008

P.S. Pausa para ir à cozinha...
De Joanina a 21 de Maio de 2008 às 02:04
P’r’os maridos tenho cura
Coisa de muita procura
E de pouca ralação
Cada um num tabuleiro
A ver qual o que vai primeiro
Faz-se uma arrematação!

E em cima do palanque
Que há-de ser coisa bem estanque
Para que a gente não cair
Põe-se também os tomates
Que estão nos açafates
E o que mais está para vir.

No meio do desafio
Quando eu estiver sem pio
Tu bota de arrematar
E estas bravas cantadeiras
Já arranjaram maneiras
De os tomates rifar!

Pois aqui está na mesma
Eu estou como uma lesma
E só penso em rimar
Hoje vai ser daqueles dias
Que está a ir pelas vias
De o husband não jantar.

Pois há-de ter paciência
Que isto tem sua ciência
E eu nem sequer almocei
Estou agarrada à rima
Que não lhe saio de cima
Olha que eu nunca pensei!

Tu não me dês a ideia
Que então nem jantar, nem ceia
De eu para as festas me botar
É que eu nas malas agarro
E mais veloz que um cagarro
À Terceira vou parar!

E levo a cadeirinha
Que eu já estou velhinha
Para armar na Rua da Sé
Tu já tens tudo “pansado”
O husband fica ao lado
E o gato fica ao pé

Agora fico a ferver
E até estou toda a tremer
Com a ideia primeira
Quem sabe arranjo um contrato
Faço como o Malato
E vou rimar p’ra Terceira?

O husband está a chegar
E vou ter de disfarçar
Fingir que está tudo normal
Se sonha que o quero rifar
Ainda fica a espumar
E vai parar ao hospital!

E embora o queira rifar
Não me dá jeito ficar
Com o "home" aleijado
Por agora vou parar
Embora com muito pesar
Mas vou pregar p'r' outro lado

Adeus madrinha querida
Que me mostraste esta vida
A vida de cantadeira
A ti devo a descoberta
Que agora já é certa
De rimar desta maneira

"Melra Preta Amaricana" a responder a "Cagarra Azoriana" - 20 de Maio de 2008
De Azoriana a 21 de Maio de 2008 às 12:22
Olha se arrematação
Nos levanta o alçapão
Vai-se o melro e o cagarro...
Depois não temos saída
Ambas de asa partida?!
Não é desta que desgarro :)

E bem vista a ocasião
Mais vale o pássaro na mão
Que ver os dois a voar
E no meio da cantoria
Vão fazer-nos companhia
Violas lhes vamos dar :)

E para dar o arranque
Vamos p'ra cima do palanque
Com os ditos arrematados:
Levantamos bem a asa
A cantiga extravasa
Nestes ares abençoados.

A rima está no papo
Arranjei um guardanapo
Par'aguentar o meu riso.
Olhem bem esta Melrinha
Da Cagarra boa vizinha
No que toca ao improviso.

Já veio outra rodada
Sextilha em debandada
Onde o humor transparece.
E esta noite sonhei
Que p'ró palco me botei...
Ai Jesus se isto me aquece?!

No feriado desta terra
O Corpo de Deus descerra
E há em Angra cantoria:
P'rós lados do Corpo Santo
Celebram o Espírito Santo...
Se viesses, a gente ia. :)

A Melra Preta "Amaricana"
E a Cagarra Azoriana,
Nem que seja em pensamento,
Vão estar cá deste lado;
Vens num voo bem picado
P'ro Corpo Santo e São Bento.

Depois ficas mais uns dias
Em São Pedro e outras vias
P'ra cantar ao desafio.
E de cá não abalavas
Ficavas para as touradas
Qu'este ano são a fio...

Prepara bem tuas malas
E p'ra Terceira abalas
Com toda essa euforia...
Lembra-te que a rosquilha
Abriu caminho p'ra ilha
Com sorte p'ra cantoria.

Podes trazer cadeirinhas,
Que eu também 'tou velhinha,
E amarras à Rua da Sé:
Em frente à Catedral
Verás todo o arraial
Com teus gatinhos ao pé :)

Fazes as vezes do Malato
Com o teu negro fato
E um belo dum sorriso:
Vens rimar para a Terceira;
És esperta cantadeira,
Tens o dom do improviso.

Obrigada! E vou parar,
Embora esteja a rebentar
P'ra seguir com as cantigas:
Viva a prima Vitorina
Que fez rosquilha tão fina
P'ro "bodo" destas amigas!

"Cagarra Azoriana" na 3ª resposta à "Melra Preta Amaricana" - 21 de Maio de 2008

Índice das cantorias:
1 Ontem lá para a noitinha (por "Melra Preta Amaricana" Jo)
1 a) Ao primeiro improviso da Jo (por "Cagarra Azoriana" Azor) - 20 de Maio de 2008 ;
2 Ó Cagarra toma calma (por Jo)
2 a) Segui a cantiga a eito (por Azor) - 20 de Maio de 2008;
3 P'r'os maridos tenho cura (por Jo)
3 a) Olha se arrematação (por Azor) - 21 de Maio de 2008.
Beijinhos
P.S. Desta vez guardei as cantigas para não haver sustos :)
De Azoriana a 20 de Maio de 2008 às 22:44
http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt/507783.html

Se quiseres muda a imagem. Fiz a alteração com todo o gosto e amizade.

Adorei este momento. Vá foguetes para o ar!!!
De Joanina a 20 de Maio de 2008 às 22:57
Também eu adorei este momento!!! Mais um momento bonito para gravar na nossa historia de Amizade! Obrigada! Bj da Jo
De Lala a 20 de Maio de 2008 às 23:41
Amiga Jo.
Adorei as tuas rimas.
Qualquer dia fico á espera de te ver aqui a botar cantigas nas festas do "Espirto Santo", por essas freguesias fora.
Tens muito jeito prá coisa, bendita madrinha, que tal afilhada inspirou.
Bjinhos da Lala
De Joanina a 21 de Maio de 2008 às 02:09
Obrigada Lala! Olha hoje deu-me para isto!!! Foi uma descoberta excitante... Eu não fazia a mínima ideia que conseguia rimar! Bj da Jo
De magnolia a 21 de Maio de 2008 às 13:10
Adorei tudo do principio ao fim:-) Das rimas da Jo e das rimas da Azoriana:-)

Agora que descobriste o talento, nada de desperdiçar!

Beijinhos
De Joanina a 21 de Maio de 2008 às 23:04
Obrigada!!! Vou seguir o teu conselho! Volta sempre. Bj da Jo
De Azoriana a 21 de Maio de 2008 às 15:41
Melra Preta "Amaricana" olha só que espectáculo... Já tens página para novos temas a torto e direito
http://tematico.no.sapo.pt/cantoria.htm

E esta hein?
De Miga Edu a 21 de Maio de 2008 às 17:53
Miguita do coração
Foi com muita aflição
Que te vi tanto rimar

Não te conhecia esta feição
Deus te deu esta alocução
Para a todos nós espantar

E se isto me está a pegar
Vou já mas é parar
Porque o trabalho não é miragem

Senão o patrão não me vai pagar
para eu poder poupar
e à California ir em viagem.

Beijinhos
De Joanina a 21 de Maio de 2008 às 23:01
Olha a Miga a rimar
Que até me fez pasmar
Com sua rima fininha
Miga tu toma cuidado
Que isto a mim foi me pegado
Por uma madrinha minha

Deste-me agora alegria
Ao dizer que vens um dia
Minha casa visitar
Cama já tens de certeza
Muita comida na mesa
E uns braços p’ra te abraçar!

"Melra Preta Amaricana"

Bj da Jo
De Fadistajácácanta a 21 de Maio de 2008 às 20:18
Tinha que ser a joanina!
Oh menina que descoberta
Tens já convite na certa para cantares no lá no meu estaminé.
Isso é que vai ser e a tua madrinha também está convidada para o serão.

De Joanina a 21 de Maio de 2008 às 22:56
A fadista já cá canta
E a mim logo me encanta
Quando a vejo aqui ao pé
Veio para me convidar
Para me pôr a cantar
Lá no seu estaminé

Eu fico toda prezada
A casa dela é asseada
E tem boa clientela
Ate já me estou a ver
Umas rimas a tecer
Em cima de uma trela!

Mas estou com um problema
Que p’ra mim é um dilema
Que não se vai resolver
É eu que sou fraca de voz
Tenho na garganta uns nós
Como é que isto vai ser?

Solução vou arranjar
Para isto ultrapassar
E p'ra não haver mais cismas
Fadista tu vais cantar
Os Almeidas vão tocar
E eu cá só faço as rimas!

"Melra Preta Amaricana"

Bj da Jo
De Fadistajácácanta a 21 de Maio de 2008 às 23:48
oh muito obrigada kerida joanina!
Mas que lindo
Até posso ouvir a música nos meus ouvidos.
é caso para dizer:
-" afinfa-lhe um trelim tintão, na violinha".

um abraço muito apertado
De Azoriana a 21 de Maio de 2008 às 23:29
Desconheço a Fadista
Mas parece ser artista
E gosta dos desafios
Obrigada pelo convite
Que me abriu apetite
P'ro microfone e fios :)

Tal como a Melra Preta
Minha voz é folheta
E pode não ter sucesso
Se já houve um Zé Cabra
Pode ser que se me abra
Voz boa para um começo.

Com a guitarra em fundo,
Ou viola, neste mundo,
Eu já me aventurei
Tinha as pernas a tremer
Por na minha frente ver
Tudo aquilo que sonhei.

Ai se um dia conseguisse
Que mais alguém me ouvisse
A testar se levo jeito
Escrever não custa nada
E me sinto incentivada
Na alegria do efeito.

Comentar post

Joanina (sem agá), sou eu!

Carimbo de vôo:

O Blog da Joanina
Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Horas de vôo:

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Caso ainda não tenham not...

Caso ainda não tenham not...

Feijoada de Frango

"Only divine order here."...

É tudo farinha do mesmo s...

Walk-n-Tone

Oráculo Chinês

Honestamente

Súplica

Um dia

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

Madrinha de vôo:

Azoriana Blog
Azoriana Blog

Carta de vôos:

Vôos contados:

inteliture.com
search engine optimization
Creative Commons License
O Blog da Joanina está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO