Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Entre tachos e panelas

O post anterior, como que me abriu o apetite para vos falar de um tema que eu adoro. Culinária! Mais específicamente do meu gosto pela culinária e por tudo o que com ela se relaciona!

Desde pequenina que me lembro de ter esta paixão pela cozinha! Adoro cozinhar, e adoro tudo o que diga respeito a comida e a sua confecção!

Lembro-me de ser miúda e de estar sempre debaixo dos pés de quem cozinhava lá em casa. Queria sempre meter as mãos em tudo... Adorava a sensação que me dava a viscosidade do  peixe crú a escorregar-me entre os dedos da mãos. Adorava o cheiro, e a cor, da carne crua. Adorava bater bolos, e depois vê-los no forno crescer como que por magia!… Para mim não havia melhor divertimento do que descascar favas ou ervilhas, tender bolachas e biscoitos, ou untar forminhas!

Sempre gostei de livros de culinária, e quando aprendi a escrever, passava dias a copiar receitas para um caderno que tinha para o efeito e que até hoje ainda conservo. Recordo-me que já nessa altura, com as ideias que tirava desse tipo de literatura, elaborava menús imaginários, menus esses que, como e óbvio, nunca chegava a concretizar, mas só a ideia de os construir  me dava prazer.   

Comecei a cozinhar desde muito novinha... Mais por gosto do que por necessidade, e mesmo na minha juventude já tinha as minhas especialidades na cozinha, e confeccionava-as com gosto e esmero, deliciando-me depois com os elogios de quem as provava, e aprovava...

Assim, fui crescendo entre tachos e panelas, e criando uma enorme cumplicidade com a cozinha. Que me lembre foram, e continuam a ser, bem raras as vezes em que não cozinhei por prazer! Cozinhar para mim funciona quase como que uma terapia. E, não me faz, nem nunca me fez diferença, se cozinho só para mim ou para uma multidão. Vivi sozinha durante muito tempo,  mas isso nunca me tirou o prazer de cozinhar! Confeccionava os meus pitéus e sentava-me à mesa, se preciso fosse, tendo como única companhia uma garrafinha de um bom vinho! Comia com mesmo gosto com que o faria se acompanhada estivesse! Se há lugar onde a solidão nunca me pesou, esse lugar, decerto que é à mesa!

É escusado dizer que sempre me deu especial prazer, também convidar amigos para umas patuscadas de fim de semana!  E fi-lo muitas vezes, aproveitando essas ocasiões para pôr à prova dos demais os meus presumíveis dotes culinários! Sou daquelas pessoas que no que cozinho ponho amor, e cozinhar para quem eu gosto sempre foi para mim uma forma, calada e subtil, de nas entrelinhas, dizer: Eu amo-te!

Na cozinha fui evoluindo e considero que melhorando com o tempo e com as diferentes experiências. Fui comprando e consultando novos livros, experimentando coisas novas, no entanto considero que desde que vim viver para os Estados Unidos, os meus horizontes culinários se abriram em novos e diferentes sentidos, como que quase desmesuradamente.

Um dos factores que para isso muito contribui foi o facto de ter vivido durante algum tempo em Los Angeles, que é uma cidade com uma imensa mistura de culturas, culturas essas que por arrasto trouxeram consigo as suas tradições culinárias. Através de, bons, restaurantes que em Los Angeles existem, tive a oportunidade de contactar, de perto, com cozinhas de vários países. Isso definitivamente catapultou alguns conhecimentos que já pudesse ter sobre culinária internacional, e consequentemente abriu-me os olhos e a mente, para experimentar novos sabores, com novos, e menos usuais, temperos e ingredientes. 

Por outro lado e, ao contrário do que se possa pensar, este país nao é só um país de fast food! E isso tenho vindo a constatar ao longo do tempo. Por incrível que nos pareça,  há aqui uma verdadeira cultura culinária que se traduz em vários aspectos. Para exemplificar, um dos canais de TV de grande audiência é o Food Network, um canal temático, onde podemos ver, durante todo o dia, desfilar um atrás do outro, os melhores e mais competentes chefes de cozinha, demonstrando e executando, as suas especialidades! Aí definitivamente também tenho aprendido bastante e num contexto muito vasto e diversificado.

Mas, talvez o maior responsável pela minha, digamos que, total viragem de visão culinária nestes últimos tempos, foi o facto de ter constadado que, aqui, o saber da cozinha é um saber muito técnico! Eu explico. O nosso saber culinário, o saber a que eu estava habituada, é um saber que foi passando de geração em geração no aconchego das nossas cozinhas. As filhas foram aprendendo com as mães, com as avós, com as tias, e depois com as amigas, com as colegas no trabalho, com as vizinhas. E assim vamos experimentando daqui e dali, tudo na base do junta um bocadinho disto e mais um bocadinho daquilo, e depois deixa-se cozer no forno nem muito quente, nem muito frio, mais ou menos durante uma hora, mais coisa menos coisa, vai-se vendo!… Atenção, que eu não tenho nada contra esse tipo de cozinha!!! Cozinhei desse modo toda a minha vida, nunca me dei mal com isso, e conheço pessoas que considero excelentes cozinheiras que só cozinham dessa forma!!... Só que ultimamente, por aculturação, comecei a despertar, para um outro tipo de cozinha mais técnica. Comecei a prestar atenção a quantidades e temperaturas, e a contar horas e minutos na precisão. Comecei a ter certas preocupações com a qualidade dos utensílios com que cozinho, com os ingredientes que utilizo na confecção de certos pratos!…

E o que se sabe, é que com tudo isto, com todas estas novidades e descobertas, o meu interesse pela cozinha, cresceu ainda mais, e mais… Cresceu, ao ponto de fazer renascer em mim um sonho de longa data. O sonho de tentar fazer uma carreira nesta área, que tanto me atrai e me fascina!... E em consequência de tudo isto,  recentemente, dei o que eu considero ser o meu primeiro passo nessa direcção! Na direcção de finalmente tentar perseguir esse sonho. Inscrevi-me num curso de culinária! Foi só um pequeno passo, mas para mim representou muito!... É um curso para adultos, com a duração de apenas 3 meses. Um curso despretensioso e muito simples. Essencialmente resume-se a um pequeno grupo de pessoas que se reúnem uma vez por semana, e sob a supervisão de um chefe de cozinha, elaboram um menú. No fim, todos em conjunto e à volta de uma grande mesa, temos a oportunidade de provar o que confeccionamos e de conviver. Para já, levo 3 aulas, e estou a adorar! Vamos lá a ver o que o futuro me reserva…

Por agora, não sei, nem me preocupa sequer saber, se este sonho algum dia se irá ou não concretizar. Mais importante, para mim, é sentir que depois de tanto tempo na dormência da vida, eu despertei e estou numa fase em que me sinto com energia, e capacidade, até para voltar a sonhar! Dá-me gosto sentir que a porta do sonho está voltada para mim e de novo, assim… Entreaberta!…

Hoje Fico-me por aqui! Adeus pessoal!... Até à primeira!

Jo 

 

Hoje sinto-me: Sonhadora
Catálogo de vôos: ,
Palavra de Joanina às 04:48

link do post | bote palavra | favorito
|
6 comentários:
De Miga Edu a 18 de Abril de 2008 às 13:20
Por incrivel que possa parecer, este post deixou-me com a ramela molhada.
Saudades de jantares "finos" a descambar para o lado oposto,
de piqueniques com grelhados, com saladas e a terminar, o bolinho e o café.
Saudades de sardinhadas, pimentos assados e batata cozida.
Saudades de jantares mexicanos, gregos e chineses, petiscos à portuguesa, queijos e enchidos, pastas e aperitivos, tartes e vinhos.
A nossa amizade é plena de sabores, de cheiros, de emoções sentidas.
Vivam as 4 marias!
De Joanina a 18 de Abril de 2008 às 16:05
Oh miga, que coisa linda que escreveste!!! E agora quem ficou com a ramela molhada fui eu! Que saudades... Vivam as 4 Marias!!!! VivaaaAAmm !
De Girassol a 18 de Abril de 2008 às 14:00
Querida Jo,

"O sonho comanda a vida", dá-lhe assas.
Sou fã incondicional dos teus cozinhados, que saudades que eu tenho da tua lasanha.......

Beijinhos da mana
De Joanina a 18 de Abril de 2008 às 16:01
Obrigada mana Girassol!! Pena não te poder mandar uma lasanha numa encomendazinha pelo correio... Mas corria o risco de chegar como as linguiças! Bom fim de semana e bj da mana Jo!
De Lala a 18 de Abril de 2008 às 14:27
Olá Joanina.
É com grande satisfação que vejo que está a fazer uma coisa da qual gosta muito.
Eu também gosto muito de cozinhar, e nada me deixa mais feliz, apesar do trabalho que dá, do que cozinhar para um montão de gente, e vê-los depois todos à volta da mesa todos satisfeitos, a comer o que eu preparei.
Acho que faz muito bem em fazer este curso, porque como se diz aqui na minha terra, vivendo e aprendendo.
Espero sinceramente que o curso de culinária lhe corra muito bem, e que possa realizar o seu sonho.
Muitos parabéns pela força e continue sempre assim.

Bjks.

Lala (",)
De Joanina a 18 de Abril de 2008 às 15:58
Lala, obrigada pelo comentário tão simpático e pelo incentivo que me dá !! Um bom fim de semana e bj da Jo!

Comentar post

Joanina (sem agá), sou eu!

Carimbo de vôo:

O Blog da Joanina
Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Horas de vôo:

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Caso ainda não tenham not...

Caso ainda não tenham not...

Feijoada de Frango

"Only divine order here."...

É tudo farinha do mesmo s...

Walk-n-Tone

Oráculo Chinês

Honestamente

Súplica

Um dia

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

Madrinha de vôo:

Azoriana Blog
Azoriana Blog

Carta de vôos:

Vôos contados:

inteliture.com
search engine optimization
Creative Commons License
O Blog da Joanina está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO