Sábado, 25 de Abril de 2009

As Portas que Abril Abriu

De tudo o que Abril abriu
ainda pouco se disse
um menino que sorriu
uma porta que se abrisse
um fruto que se expandiu
um pão que se repartisse
um capitão que seguiu
o que a história lhe predisse
e entre vinhas sobredos
vales socalcos searas
serras atalhos veredas
lezírias e praias claras
um povo que levantava
sobre um rio de pobreza
a bandeira em que ondulava
a sua própria grandeza!
De tudo o que Abril abriu
ainda pouco se disse
e só nos faltava agora
que este Abril não se cumprisse.
Só nos faltava que os cães
viessem ferrar o dente
na carne dos capitães
que se arriscaram na frente.

 

Na frente de todos nós
povo soberano e total
que ao mesmo tempo é a voz
e o braço de Portugal.

 

Ouvi banqueiros fascistas
agiotas do lazer
latifundiários machistas
balofos verbos de encher
e outras coisas em istas
que não cabe dizer aqui
que aos capitães progressistas
o povo deu o poder!
E se esse poder um dia
o quiser roubar alguém
não fica na burguesia
volta à barriga da mãe!
Volta à barriga da terra
que em boa hora o pariu
agora ninguém mais cerra
as portas que Abril abriu!

 

Lisboa, Julho-Agosto de 1975

 

Excerto do poema "As Portas que Abril Abriu" da autoria da José Carlos Ary dos Santos. Para ler o poema na íntegra, clique aqui.

 

Hoje sinto-me: Livre
Catálogo de vôos:
Palavra de Joanina às 04:40

link do post | bote palavra | favorito
|
9 comentários:
De Tudo SobreTudo a 25 de Abril de 2009 às 09:54
E hoje somos lives.... graças á coragem daqueles homens!!
Viva a Liberdade!!
Beijinhos
TST
De Joanina a 27 de Abril de 2009 às 00:11
Vivaaaaaa!
Bj da Jo
De Chicailheu a 25 de Abril de 2009 às 18:13
Amiga
De quem mais havia de ser este Poema maravilhoso senão do José carlos Ary dos Santos?!...
Lindísimo!
Tudo de bom.
Muitos beijinhos
da sempre amiga
chicailheu
De Joanina a 26 de Abril de 2009 às 02:11
E verdade, Chica!!! Ary dos Santos e mesmo um poeta maravilhoso!
Bj da Jo
De mynameisfairplay a 25 de Abril de 2009 às 21:10
Gostei do seu post, mas acho que LIBERDADE ainda algo que falta a Portugal.

25 de Abril, aos olhos de um Emigrante.
http://mynameisfairplay.blogs.sapo.pt/

Paulo Almeida
usa 2009
De Joanina a 26 de Abril de 2009 às 02:07
Olá Paulo!
E verdade que talvez alguns dos ideais de Abril se tenham ido desvanecendo ao longo dos anos, mas de qualquer forma acho que muitos ainda prevalecem, mais que não seja na alma do POVO. E como todos nos sabemos, o POVO e quem mais ordena... Sempre!
Bj da Jo
De Miga Edu a 25 de Abril de 2009 às 21:25
Uma gaivota voava, voava,
assas de vento,
coração de mar.
Como ela, somos livres,
somos livres de voar.

Uma papoila crescia, crescia,
grito vermelho
num campo cualquer.
Como ela somos livres,
somos livres de crescer.

Uma criança dizia, dizia
"quando for grande
não vou combater".
Como ela, somos livres,
somos livres de dizer.

Um pequeno trecho da canção da gaivota.
Dá-me sempre arrepios cantar esta canção, pela recordação daquela manhã.

Também dá-me vontade de rir à gargalhada, as nossas celebrações do 25 de Abril.

25 de Abril sempre!!!
Beijinhos Miga
De Joanina a 26 de Abril de 2009 às 02:10
Oh Miga, e eu adoro ouvir a historia do 25 de Abril contada por ti, na primeira pessoa. Tu viveste o 25 de Abril in loco, e isso torna tudo muito mais excitante!!!
25 de Abril, SEMPRE!!!!
Avante, camarada!!
Bj da Jo
De Mário Rodrigues a 2 de Junho de 2009 às 22:33
Abril…. Vagueando pelo meio dos meus documentários…..,dei com os olhos no “Capitães de Abril”, sei bem que não é um documentário, mas na minha prateleira está nesse lugar, dos documentários. Tinha 4 anos no dia 25 de Abril de 1974. Não resisti a dar uma olhadela; aí a 225ª vez e mais uma vez e como da 1ª vez que o vi, chorei novamente… e principalmente chorei por continuar a sentir vontade de chorar quando o vejo. Abril, ainda está por fazer. Abril foi e é todos os dias enxovalhado e vergonhosamente tomado por bocas e mãos que nunca o entenderam mas sempre o usaram. Abril ainda está por fazer… Abril ainda está por fazer… Abril ainda está por fazer…

Comentar post

Joanina (sem agá), sou eu!

Carimbo de vôo:

O Blog da Joanina
Selo

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Horas de vôo:

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Vôos recentes:

Caso ainda não tenham not...

Caso ainda não tenham not...

Feijoada de Frango

"Only divine order here."...

É tudo farinha do mesmo s...

Walk-n-Tone

Oráculo Chinês

Honestamente

Súplica

Um dia

Vôos passados:

Dezembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Catálogo de vôos

todas as tags

Pesquisa:

 

Altos vôos:

SER FELIZ... APESAR DE TU...

O CULTIVO DAS ROSAS

Eternamente

Carta à minha tia Bió

Carta para a minha Mina K...

O POETA E O GATO

És isto.. E muito mais!

À «Joanina» dos Açores

Oh minhas meninas, Helloo...

Para onde vôo:

Madrinha de vôo:

Azoriana Blog
Azoriana Blog

Carta de vôos:

Vôos contados:

inteliture.com
search engine optimization
Creative Commons License
O Blog da Joanina está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO